a vingança de wendy

eu gostaria de algum dia reescrever o peter pan, de j.m. barrie, tal como michel tournier reescreveu o robison crusoe. e isso envolveria também estabelecer uma verticalização do tempo e uma conquista do intensivo. ou seja: transformar a grande vilã da história, wendy, na heroína a traçar sua jornada. então, nada de ser a figura da vitória da sociedade, tal como a ordenação da semana em dias de trabalho e dias de folga, no livro de defoe.

– oh, moça wendy, seja nossa mãe!
– não.


postado em 13 de abril de 2017, categoria comentários : , , , , , , , ,

o principal problema do conceito de família

o principal problema da família não é a união estável. é a ideia de que há um filho que é filho de alguém, que tem um pai e uma mãe. donde, ainda falta muito para termos alcateias e bandos de infantes.

Charly + le choeur des enfants / Carlito + o coro das crianças

(type choeur antique rappé)
(tipo coro antigo em forma de rap)

CHARLY / CARLITO
Les enfants, j’ai du boulot, je pars pour quelques mois. / Crianças, achei um trampo, fico fora uns meses.

CHOEUR / CORO
Oh mais père / Ah mas pai
tu ne seras donc pas là / você não vai estar na área
la langue de la loi ne pénétrera pas notre enregistrement / a língua da lei não vai penetrar nossos mandamentos
nous ne respecterons plus les réglements / não respeitaremos mais regulamentos
c’est la perte des repères à perpet’ / é a perda perpétua de parâmetros
nous aurons des zéros / vamos tirar muito zero
nous irons en retenue / vamos ficar de suspensão
nous passerons des sanctions / iremos da advertência
pédagogiques / pedagógica
en sanctions disciplinaires / à advertência disciplinar
nous irons en conseil / nos mandarão pra direção
nous larderons un camarade de coups de couteau / encheremos um colega de furos de faca
en haut d’un patio / um qualquer panaca
nous importerons des singes magots / traremos bichos feios paca
et des clébards interdits / e cachorros proibidos
nous ferons preuve de désinvolture / daremos prova de desenvoltura
nous ne deviendrons pas citoyens mais rien / não vamos ficar bonitos na foto
et au lieu de glisser dans l’urne notre bulletin / e ao invés de depositar na urna nosso voto
nous attaquerons des supermarchés / atacaremos os supermercados
nous dealerons en bas des marches / e andaremos só com drogados
nous instaurerons des zones de non-droit / criaremos zonas onde tudo se pode
nous y défierons les forces de l’ordre / pra desafiar as forças da ordem
et les représentants de la République / e os representantes da República
nous apprendrons l’arabe littéraire / aprenderemos o árabe literário
nous irons nous entraîner / e nosso itinerário
en Afghanistan au Pakistan / será o Afeganistão ou o Paquistão
en Azerbaïdjan dans le Balouchistan / o Azerbaijão e o Baluchistão
nous ferons des gestes vulgaires / faremos gestos indecorosos
aux éducateurs prioritaires / aos educadores rancorosos
nous aurons comme seul objectif / só teremos por objetivo
de rouler en BX / rodar num carro esportivo
nous irons dans des salles multiplexes / só iremos aos cinemas de shopping
nous saurons des sports de combat / aprenderemos esportes de combate
nous serons multirécidivistes / seremos réus reincidentes
nous aurons une respiration abdominale / nossa respiração será a abdominal
et un sexualité anale / e nossa sexualidade a anal
le théâtre ni la danse ne permettront / nem o teatro nem a dança poderão
de nous réinsérer / nos reeducar
nous ne serons pas anarchistes / não seremos anarquistas

nous ne admirerons pas les situationnistes / não admiraremos os situacionistas

[tradução de Adalberto Müller, retirado do blogue revista modo de usar]


postado em 23 de agosto de 2015, categoria comentários, reblog : , , , , , ,

os dois grandes feitiches da viagem no tempo

1. voltar no tempo e casar com a sua mãe, antes dela conhecer o seu pai (ou o contrário, se você for mulher).

2. voltar no tempo, raptar você mesmo quando bebê e comer-se.

por razões que devem ser evidentes àqueles que pensaram sobre o assunto, não há grandes feitiches para viagens no tempo para o futuro.


postado em 5 de novembro de 2012, categoria Uncategorized : , , , ,

olhos novos, pós-lasik

em janeiro de 2011 resolvi parar de usar óculos, por dois motivos: a. eles estavam sempre sujos e riscados; b. eu não podia ficar como um gato passando a cara no chão e nas coisas, ao mesmo tempo que via tudo nítido. resultado: no dia 17 de fevereiro fui até o eye clinic e retirei minha miopia.

a minha médica oftalmologista, patricinha inveterada, discutia sobre casamento com a assistente enquanto operava os lasers “se a fulana não quer casar, que aproveite para dar, dar por aí, tem de aproveitar!”. achei um pouco incômodo, mas não queria (de modo algum!) incomodar a médica!

fotos: henrique iwao & carolina sudati. agradecimentos a senhorita sudati, pelo apoio e paciência (e óculos); para a senhora naoko, pelo ray-ban.


postado em 19 de julho de 2011, categoria Uncategorized : , ,

show de pascoô

23 e 24 de abril de 2011: preparação para o show de pascoô, apresentado no vídeo abaixo. fotos de henrique iwao. uma produção de henrique iwao & carolina sudati, com a colaboração de maryella sobrinho (ovo pontilhado), rapaz (ovo azul), mário del nunzio (ovo preto e platéia), natacha maurer (ovo roxo e platéia). 

vídeo documental do show de pascoô, por henrique iwao, uma produção blip, blip, blip, blip…

vídeo oficial de pascoô pode ser acessado aqui.

fotos do processo, por carolina sudati.


postado em 24 de abril de 2011, categoria Uncategorized : , ,